quarta-feira, 27 de maio de 2009


• Tenho uma coisa que ainda não nasceu
É coisa de verdade – Essa coisa que já tem tamanho e já é mais crescida que eu
Ela não tem esperança nenhuma senão a minha/ confiança num princípio/ a principio desconfiado.
[Quero o começo disso = quero o processar da coisa em mim = quero amadurecer irresponsavelmente como sempre = me é]
-E quero mesmo amadurecer o palpável, o irredutível, o vínculo maior e supremo
-E quero amar o que eu nunca poderia odiar (amar o que eu só posso amar e já amo) -E , amo. Eu, amo. E, amo, e é verdade que amo e não tenho medo; e ninguém sabe. A minha esperança é a primeira que-me-nasce.
-Au Revoir

Um comentário:

Melanie Brown disse...

Uislei é?!! hehehe
Táa ceRto é bRincadÊrA!
(mas se rolaR viu?! Spo dá nos!) rsrs
bjO'