sexta-feira, 6 de novembro de 2009


Eu Protegi o teu nome por amor
Em um codinome, Beija-flor

Os últimos meses de minha vida vem sendo marcado por mudanças bruscas.
Mudanças de um passado que a muito se fez presente, pra um futuro totalmente novo, desconhecido.
Feridas vem sendo cicatrizadas, as mágoas deixadas pra trás em seu devido lugar, e os vazios se preenchendo aos poucos.
Após longos anos de tentativas intermináveis em um passado incerto, me dei ao luxo de respirar outros ares, conhecer novas pessoas, e quando digo "nova", digo em tantos sentidos, quem me conhece a fundo sabe o quanto fui irredutivel a mudanças,mas, fiz esse capricho e me deixei envolver com a novidade.
Eis que abro as portas do meu coração ao desconhecido, não sei o motivo, ou talvez até saiba,mas... não me agrada a idéia de viver sem estar apaixonada mesmo que seja apaixonada por um livro ou uma música, ou nesse caso por um sorriso meigo e uma pulserinha rasta no pé, a mão tão delicada, a covinha na barriga ou os pêlos de seu peito tão acolhedor.
O meu Principe do North, chegou como por encanto, a verdade é que eu bati a porta e ele me deixou entrar, sempre tão gentil, ele me abraça todas as vezes que nos vemos, hoje diferente da primeira vez quando ainda eramos dois estranhos de corpo e de mente um para o outro.
Desconhecidos, carentes, magoados e com o coração machucado, posso dizer que assim que fomos naquele inicio, ou , era assim que eu me sentia.
Somos mais que refugio, somos mais que amigos, menos que namorados, somos intimos e desconhecidos ao mesmo tempo, somos parecidos e por hora tão diferentes.
Todos os dias sinto-me saudosa de seu cheiro, da sua voz ao pé do ouvido, ou quando ele coloca o Otto pra cantar pra mim, tenho saudades dos nossos poucos momentos juntos, porém intensos e verdadeiros. Saudade do Pink Floyd a tocar pra gente se amar, saudades das bobagens e conversas jogadas fora, momentos tão NOSSO! Saudade de ver da luz do lado de fora que ilumina a janela do teu quarto teu corpo despido e o seu rosto distraido recostado ao travesseiro depois que fizemos amor.Saudade da sua musica preferida do Bob, das carinhas inciumada e das perguntas formuladas após lembrar recados que recebi[...]
Contudo, as ocilações entre solidão e momentos intenso de felicidade ainda são frequentes, é que a solidão por vezes me persegue e o Principe do North me é distante... Mas passa, sei que vai pasar. As confidências que veem dele me mostram isso , e naquele instante que ele me olhou e disse que o que sua boca não falou, seus olhos tinham me dito. Tinha visto, mas precisava ouvir.(Já foi dito), eu soube naquele instante. Tudo vai Ficar Bem.
Depois de ter você
Pra que querer saber
Que horas são?
Nosso encontro aconteceu como eu imaginava
Você não me reconheceu, mas fingiu que não era nada
Eu sei que alguma coisa minha, em você ficou guardada
Como num filme mudo antes da invenção das palavras'


Au Revoir

9 comentários:

E.Suruba disse...

Belas palavras. Os momentos de solidão e felicidade plena oscilam muito....ficou marcada essa

Daniela Filipini disse...

Tudo sempre vai ficar bem, basta acreditar...
Liindo demais!

Gian Fabra disse...

a saudade é o amor que fica...

e como nos 'sonhos'
"Saudade até que é bom, melhor que caminhar vazio..."

coisas boas
bjs

onzepalavras.com disse...

E a vida é mesmo isso, uma gangorra, que mantém o movimento da subida e da descida num constante ir e vir. Acostumemo-nos ao balanço.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor faz a primeira Blogagem Coletiva onde o tema é: Um conto de amor com cheiro de Néctar da Flor. É com muita felicidade que convidamos todos a conhecer um mundo encantado que há dentro de cada um. Conte um conto, seja personagem da sua história e sinta cada palavra escrita na hora que for contar.


As 10 melhores postagens com o tema levarão um layout personalizado ou uma página de scrapbooking digital. O restante das informações já estão incluídas na imagem acima e a inscrição já está aberta.


Basta colocar nessa postagem o seu nome, o nome do blog que irá concorrer e o email.


Faça parte dessa festa... que festa?


Aquela que se fantasia com emoção...


... VEM?


Obs: Quem for participar tem que levar esse selo abaixo e deixar visível para todos verem.


-

Daniel disse...

Oi Liliane...

Engraçado como num momento estamos péssimos e depois de um tempo aquela neblina se vai e a gente volta a acreditar, volta a enxergar.

O amor é belo demais e se eu puder dar um conselho a você diria que deve aproveitar ao máximo esse amor, cada segundo, minuto, hora, dia e por aí vai.

Beijos

Tâmara disse...

Dona Flor Lindaaaaaaaaaaa

tentar o novo é essencial a nossa existência!

tente semptre e boa sorte!

beijos

Luna Cortez disse...

eu assino em baixo do comentário do Gian. pensei nisso, quando li, rs.

beijos imensos flor!

Mågø Mër£Îm disse...

As vezes dói abrir mão de certas coisas... mas faz parte

um beijo, e tudo vai ficar bem