quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

O Pulsar'



[...]Sei lá, a tua ausência me causou o caosNo breu de hoje eu sinto queO tempo da cura tornou a tristeza normal'

- O coração Pulsa de dor
na falta do seu bem querer
Sente o aroma do seu amor
Por onde percorrer.
O ver, como quem procura
sem seçar aonde quer que vá.
Sua alma se perde no abismo
da saudade, e se desloca aos
momentos de puro aconchego
dos braços de seu amado.



' Se as coisas são inatingíveis.. ora! Não é motivo para não querê-los. Que triste
os caminhos, se não fora a presença distante das estrelas'

9 comentários:

meus instantes e momentos disse...

não, a tristeza não pode ser normal..
tenha uma linda tarde.
Maurizio

Tamára Roots disse...

Incrivelmente identificável. Li teu comentário e vim te visitar,quando chego leio um texto sobre saudade! Que sintonia.
Bravo.

Daniel disse...

Quando um amor se vai, naturalmente temos de buscar outro amor. Mesmo que para isso tenhamos que nos esforçar.
Beijo

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Melanie B. disse...

http://www.vejablog.com.br/blog
:-o

O meu tá lá!!!!!!!!!!!!!!
Fiquei passadaaaaaaa de feliz!
Obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!!!


:D

[ rod ] ® disse...

Quintana tem razão... nada é deveras impossível. Tangencio tudo o que quero! bjs moça.

Daniela Filipini disse...

O que importa é que continuamos vivos e somos capazes de sorrir!

Daniela Filipini disse...

O que importa é que continuamos vivos e somos capazes de sorrir!

Tudo ou nada ... disse...

Muito lindo, forte, e fofo o que escreveu. Adorei demais
bjos