segunda-feira, 11 de abril de 2011


- Sim, eu ainda tenho medo. Do Longe. De Perto. Das mãos entrelaçadas. Do aconchego. Do cuidado. Do Apego. Do Dengo e Cafuné. Dos Abraços Apertados. Do amor instantâneo. Eu tenho medo é da Vida. Da Humanidade. Dos dias. Mas tô aqui, e eu tô vivendo...'

2 comentários:

Auíri Au disse...

Um dia de cada vez..
beijos

Wagner Silva. disse...

Como disse o garoto Aíri e como diz a Bíblia - Basta cada dia com seu mal. Então um dia de cada vez é o bastante pra tantas coisas por fazer.
É muito pouco tempo de vida pra tantas aspirações.
Os maiores guerreiros do mundo tinham medo dos seus desafios e o que os tornavam heróis é que apesar do medo, eles seguiam em frente faziam o que tinha que ser feito.

Façamos então um pacto - Que venham os dias alegres e dias de tormenta, estamos aquí, não nos esquivaremos e lutaremos até o fim, até a última batida do coração, até a última inspiração, até o último olhar..., porque existêcnia é feita disso mesmo de se ocupar de viver ou se ocupar de morrer. Escolhamos viver.

Wagner.